sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Secretário Jefferson Portela participa de homenagem ao juiz federal Alberto José Tavares


A Assembleia Legislativa concedeu, na manhã desta quarta-feira (11), a Medalha do Mérito Manuel Beckman, a maior comenda do Poder Legislativo do Maranhão, ao juiz federal ao professor Alberto José Tavares Vieira da Silva.
A concessão da comenda foi fruto de um Projeto de Resolução Legislativa proposto pelo deputado Felipe dos Pneus (PRTB), aprovado por unanimidade pelo Plenário da Casa.
 A concessão da Medalha Manuel Beckman ao Professor Alberto Tavares foi uma das mais concorridas cerimônias já realizadas na Assembleia Legislativa.
Dentre outras autoridades, participaram da sessão solene representando o governador do Estado, Marcelo Tavares; o ex-presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe),  Roberto Carvalho Veloso; o Secretário de Segurança do Maranhão Jefferson Portela; o Juiz  Federal Madeira; representando o prefeito de São Luís, o secretário municipal Raimundo Nonato(Chocolate), e outras autoridades. .

O autor da homenagem ao Professor Alberto Tavares, o deputado Felipe dos Pneus, proferiu discurso na tribuna, ressaltando a importância do reconhecimento do trabalho realizado pelo magistrado.
“O Professor Alberto Tavares, é um magistrado próximo das pessoas, respeitado e muito estimado, que dedicou a sua vida às grandes causas do nosso estado, como homem justo e íntegro. Daí porque esta homenagem é um justo e merecido reconhecimento desta Casa, em nome de todo o povo do Maranhão”, ressaltou o deputado Felipe dos Pneus.
 

Professor Alberto há décadas atende a esses requisitos, pelo exemplo de competência, honradez e dignidade com que exerceu os cargos que ocupou, tornando-se um referencial para aqueles que procuram pautar-se em valores éticos, no respeito aos semelhantes, na firmeza de caráter.

Foi Promotor de Justiça e Juiz Federal. Desembargador Federal, instalou o Tribunal Regional Federal da 1ª Região e foi seu primeiro presidente. Foi Secretário para Assuntos do Governo no Maranhão, onde também exerceu o cargo de Secretário de Segurança Pública. Reestruturou o Conselho Penitenciário do Maranhão no Governo de José Sarney. Professor de Direito Penal na UFMA e UNICEUMA e de cursos de formação e aperfeiçoamento em órgão da segurança pública. Instalou a Escola Superior da Advocacia no Maranhão. Participou da reforma penal de 1984, inclusive como relator de matérias referentes à aplicação da lei penal e à extinção de medidas de segurança. “Encerrou sua vida pública após instalar a Ouvidoria da Polícia Federal e desempenhar a função de Ouvidor Geral”, como registra em seu primeiro número “O Brigadiano”, revista da Academia Maranhense de Ciências, Letras e Artes Militares, da qual Alberto Tavares é fundador titular da Cadeira n. 2.

Encerramento esse que não significou inércia, não só por sua paixão como homem do campo, mas por sua dedicação à leitura, ao estudo e disposição para compartilhar seu conhecimento com tantos quantos o convidaram e o convidam, certos de que terão um orador nato, com discurso rico e um volume extraordinário de informações transmitidas de forma didática por quem tem uma memória privilegiada. Assim o faz ao longo de décadas, em textos, conferências, palestras e exposições de toda natureza, enfrentando os temas mais diversos, não só no Maranhão, mas em auditórios de instituições em todo o País.
Com tais recortes de seu extenso currículo, de atuação marcante no Estado e no País, notadamente pelo exercício do magistério, na formação intelectual e moral de gerações, professor Alberto Tavares destaca-se como exemplo de cidadania, de solidariedade, de fraternidade. Merece e dignifica toda homenagem que lhe é prestada. Será sempre um reconhecimento para quem aos 80 anos continua contribuindo para a defesa e a construção de um país decente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.