quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

A Saúde em São Luís no Caminho Certo.


Destaque em 2019, a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís, comandada por Lula Fylho, do seu jeito simples e humilde, foi o secretário que melhor soube administrar os recursos e que deu resposta de forma imediata, objetiva e não eleitoreira à população da capital maranhense.

Poucos acreditavam que Lula Fylho não sendo formado na área da saúde pudesse fazer a secretaria avançar, ficar forte e crescer da forma como cresceu.

A população “sentiu na pele” as melhorias proporcionadas pela gestão Lula Fylho. O Socorrão II, por exemplo, já reduziu em 27% o tempo de espera para atendimento, além de contabilizar um percentual de 74% de redução na superlotação. Essa ação integra a política de saúde implantada pela gestão de Lula Filho.

O projeto de gestão adotado em São Luís se destacou no cenário nacional e internacional, onde o Haiti manifestou interesse em implantar o modelo em seu país e o Ministério da Saúde no Brasil indicou o case de São Luís como referência nacional.

Em outubro passado, 11 unidades da atenção primária em regiões como Itaqui-Bacanga, Zona rural, Cidade Olímpica e Centro, 7 unidades de saúde de maior porte como a Unidade Mista do São Bernardo, setores do Socorrão II e o Centro de Especialidades Odontológicas da Alemanha foram contempladas com reformas imediatas.

Além das reformas, Lula Fylho implantou o sistema de mutirões de saúde que foram destinados a pacientes que ainda precisavam fazer a primeira consulta médica. Além da consulta, eles puderam também fazer a marcação dos exames solicitados imediatamente após o atendimento. O que significou muito para a diminuição nas filas de marcação e contribuiu para a melhoria da qualidade de vida da população ludovicense.

Principalmente idosos e crianças tiveram atenção na área da saúde, o Centro de Atenção Integral ao Idoso (Caisi) é uma instituição mantida pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus). O centro realiza cerca de 13 mil atendimentos por mês oferecendo assistência nas áreas de geriatria e gerontologia, educação física, psicologia, enfermagem, fonoaudiologia, terapia familiar, assistência social, atividades culturais e artísticas, com aulas de canto e dança, entre outras ações.

Já para as crianças foi realizada uma ampla campanha de vacinação, onde pais de crianças de seis meses a menores de 1 ano foram convocados a levarem os filhos para receber uma dose da vacina contra o sarampo, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses. A orientação do Ministério da Saúde foi para que esse público-alvo tomasse uma dose complementar, a chamada “dose zero”, disponibilizada em todas as unidades da rede da capital maranhense.

 CEMARC em Destaque


Na marcação de consultas, uma realidade completamente diferente existia anteriormente, cerca de 18.500 consultas e exames eram realizados mês, hoje são marcadas mais de 180 mil consultas e exames todos os meses e funcionam todos os dias úteis em 24 unidades marcadoras.

"Os números da marcação de consultas na rede municipal de saúde de São Luís refletem os investimentos que dia a dia fazemos na reestruturação, modernização e humanização deste serviço. Não só a Cemarc, temos importantes avanços na prestação de serviço de saúde em São Luís e seguimos avançando. Por meio do programa São Luís em Obras estamos reformando 18 unidades de saúde. Algumas delas como o Centro de Especialidades Odontologias da Alemanha, o Centro de Saúde Genésio Ramos e as obras na área da Clínica Cirúrgica do Socorrão II já estão bem adiantas e em breve serão inauguradas”.
Além das mudanças executadas na distribuição de senhas, que terminaram com as longas filas nas madrugadas na entrada da sede da Cemarc, no bairro Alemanha, outra medida foi a descentralização no registro dos procedimentos. Há meses, é possível marcar consultas e exames das 7h às 13h de segunda a sexta-feira em outros 23 pontos da cidade.
A Semus ampliou ainda a demanda de serviços, em parceria com o Hospital Universitário (HUUFMA). Dentre os exames que passaram a integrar recentemente a lista dos ofertados pela rede pública, estão cateterismo, arteriografia, ecodoplercardiograma, broncoscopia (exame da laringe ou caixa da voz), radiologia e outros.
O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, enfatizou que a transformação da Cemarc, foi resultado de um trabalho que a nova Superintendente ,  Izabel Myriam Macêdo e sua equipe depois de fazer um minucioso mapeamento das necessidades e dos problemas do setor. “Com organização e mudança nas rotinas internas, foi possível não somente evitar aquela cena de filas durante a madrugada na Alemanha, como ainda dar mais conforto à população que, de forma rápida e prática, pode marcar qualquer tipo de procedimento atualmente disponível na rede”, afirmou.
capacita profissionais de saúde para acolhimento de pacientes com suspeita de dengue
Técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos – estão recebendo da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), orientações para acolhimento de pacientes com suspeita de dengue e outras arboviroses na capital maranhense. O objetivo do trabalho, iniciado nesta terça-feira (21), é assistir os casos passíveis das enfermidades e incentivar o diagnóstico precoce, elevando as chances de cura. A formação, que se estenderá até quarta-feira (22), na sede da Semus, das 8h às 14h, é parte da política de humanização dos serviços de saúde implantada na gestão.
A capacitação está sendo feita pela técnica do setor da coordenadoria de Arboviroses da Superintendência de Vigilância Epidemiológica de São Luís, Maria do Socorro da Silva. Representantes de unidades mistas e centros de saúde participam da formação.
Para o secretário de Saúde, Lula Fylho, a preparação da equipe que receberá o paciente com suspeita da doença é fundamental para o controle epidemiológico. “Apesar do controle do vetor da doença, em alguns casos, a possibilidade de infecção ainda existe. Por isso, é importante o recebimento e diagnóstico rápido. A capacitação faz parte das nossas ações profiláticas”, afirmou.
Tudo isso fruto do trabalho intensivo do secretário municipal de saúde, Lula Filho, sempre atento e em busca de melhorias.

E 2020 já começou com anúncio de seletivo para mais de 1000 vagas contribuindo mais ainda para o crescimento da saúde municipal em São Luís. Lula Filho que é formado em administração provou que é possível sim melhorar a rede municipal de saúde e a população da ilha só tem a agradecer por todos esses avanços.

São Luís tem muito a avançar, mas com Lula Fylho está no caminho certo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.