quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Ex- vereador Júnior do Mojó é preso

O ex- vereador de Paço Lumiar, Edson Arouche Junior, conhecido mais como Júnior do Mojó, que estava foragido foi preso hoje pela Polícia Federal no sul do país, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública. A prisão deve ser confirmada hoje à tarde pelo Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes.

Mojó é um dos acusados de ser um dos mandantes da morte do empresário Marggion Ferreira no ano passado no bairro do Araçagi. Junto com ele seu parceiro Elias Orlando Nunes Filho onde a polícia não confirma prisão.

RELEMBRE O CASO
Desde a morte do empresário Marggion Andrade, no dia 15 de outubro deste ano, enterrado em uma cova rasa em um terreno de sua propriedade, no Araçagi, o corretor de Elias Orlando Filho e o vereador Júnior do Mojó passaram a ser apontados como principais suspeitos de crimes de grilagem de terras, na Região Metropolitana de São Luís. Eles passaram a ser investigados pela polícia durante a prisão de três pessoas, contratadas para matar o empresário, que havia comprado um terreno.

Os executores do crime, segundo a polícia, foram o ex-presidiário Alex Nascimento de Sousa, de 23 anos (que efetuou o disparo), o caseiro do empresário, Roubert Sousa dos Santos, o Louro, de 19 anos, preso horas depois de o cadáver ser encontrado, e um adolescente de 15 anos, que deu cobertura durante a execução. Todos, ao prestarem depoimentos, afirmaram que haviam sido contratados pelo corretor e pelo vereador para matarem Marggion Andrade, pois eles queriam tomar o lote de volta, vendido a outros cinco clientes, posteriormente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.