terça-feira, 30 de julho de 2013

Ingenuidade oposicionista

A turma da oposição tenta desde o sábado (28) dar um tom de intriga entre o PMDB e o PT por conta da ausência de petistas na reunião que culminou com o anúncio do ministro das Minas e Energia, Edson Lobão (PMDB), de que ele abdicava naquele dia da pré-candidatura ao Governo do Estado em favor do secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva (PMDB).
Ingenuidade pura.
O que os oposicionistas parece não se terem dado conta é de que aquele não era um encontro para decidir a coligação ou bater o martelo em torno do nome do auxiliar da governadora como candidato de todos os partidos da aliança governista.
A reunião era do PMDB, para definir o pré-candidato do PMDB. A coalizão da qual o partido faz parte tem ainda, pelo menos, outras sete legenda, todas com direito legítimo de lançar seus pré-candidatos.
É esse o sentimento na base governista.
Portanto, não há que se falar em problemas com o PT, porque este não esteve representado na casa do senador João Alberto no fim de semana.
Desaviso: o deputado Sarney Filho (PV) era o único não-peemedebista na reunião, por motivos óbvios.

Fonte: Gilberto Léda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.