sábado, 14 de setembro de 2013

SSP e Segep iniciam cursos de formação para candidatos ao concurso da Polícia Civil



O Governo do Estado, por meio das secretarias de Segurança Pública (SSP) e de Gestão e Previdência (Segep), dará início nesta segunda-feira (16) , aos cursos de Formação Profissional para os cargos de Investigador, Escrivão Perito Criminal, Médico, Odontólogo, Farmacêutico Legista e Auxiliar de Perícia Médico Legal da Polícia Civil do Maranhão.
A cerimônia de abertura acontecerá às 8h, na Academia Integrada de Segurança Pública (AISP), localizada no Parque Independência, e será presidida pelo secretário de Segurança, Aluisio Mendes. Estarão presentes também os secretários adjuntos de Inteligência, Laércio Costa e de Articulação e Desenvolvimento Institucional, Antonio Roberto dos Santos Silva; a delegada geral da Polícia Civil do Maranhão, Cristina Meneses; além dos superintendentes, diretores de órgãos da Polícia Técnico-Científica, representantes do Sistema de Segurança e das associações e sindicatos.
Conforme a direção da AISP, o Curso de Formação Profissional representa a última etapa do Concurso Público promovido pelo Governo do Estado, para preenchimento dos cargos da Polícia Civil. Estão participando um total de 464 candidatos matriculados, sendo 269 investigadores, 91 escrivãs, 46 peritos criminais; 16 médicos legistas, 9 farmacêuticos legistas, 14 odontolegistas e 19 auxiliares de Perícia Médico Legal.
Os treinamentos terão duração de três meses com término previsto para o dia 9 de novembro. Cada Curso é constituído por uma média de 25 disciplinas, em que os alunos serão submetidos a avaliações teóricas e práticas, sendo todas de caráter eliminatório e classificatório, tais como: Educação Física, Defesa Pessoal e Armamento e Tiro, Ética e Cidadania aplicada à Atividade Policial, Psicologia e Saúde Aplicada, Direitos Humanos, Investigação e Inteligência Policial, entre outras.
Conforme previsto no edital do certame, serão considerados aprovados os alunos que obtiverem em cada disciplina nota igual ou superior a 5, sendo eliminado e automaticamente desligado do curso, o aluno que alcançar nota inferior.

Aulas e corpo docente
As aulas acontecerão nas instalações da AISP e serão ministradas por professores, em sua maioria, civis e policiais dos quadros do Sistema de Segurança e das universidades locais. Além destes, para integrar o grupo, a Delegacia Geral da Polícia Civil está trazendo a São Luís, nomes que são referências em diversas áreas, principalmente na Polícia Técnico-Científica, em nível de Brasil.
O Curso de Formação de Perito Criminal contará também com quatro professores peritos criminais, lotados no Instituto de Criminalística (Icrim) de Brasília (DF). São eles: Larissa Tamara de Sousa Martins, com formação na área de Engenharia, que ministrará a disciplina de Bombas e Explosivos; Wagner Santos, professor de Local de Crime de Acidente de Trânsitos; Bruno Zschaber Mavignier de Castro e Bruno Paiva Aranha, professores de Local de Crime contra Pessoa.
Além destes, mais cinco especialistas de Ribeirão Preto, professores da Universidade de São Paulo (USP), integrarão o corpo docente dos cursos de Polícia Judiciária. Jesus Antônio Velho, graduado em Farmácia Bioquímica, doutor em Fisiopatologia Médica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), autor e organizador dos livros “Ciências Forenses” e “Fundamentos de Química Forense”, e lecionará a Disciplina Análise de Drogas e Elaboração de Laudos de Produtos Farmacêuticos;
Já Marco Aurélio Guimarães, médico, doutor em Fisiologia da USP,  ministrará as disciplinas Tanatologia e Traumatologia Forense e Infortunística; Marcelo Firmino de Oliveira, graduado e doutorado em Química pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), proferirá a disciplina Validação de Métodos Analíticos nos Curso de Farmacêutico Legista; Ricardo Henrique Alves da Silva, professor-doutor da USP, responsável pela área de Odontologia Legal no Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto; Hermes de Freitas Barbosa, mestre e  doutor em Medicina  da USP, que lecionará a disciplina Sexologia Forense no Curso de Formação de Médico Legista.
Para o concurso da Polícia Civil foram inscritos um total de 14.485 mil candidatos. A realização de todas as etapas do processo seletivo é de responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.