quarta-feira, 3 de março de 2021

Dr. Gutemberg alerta para caos na saúde com a variante do coronavírus já confirmada no Maranhão

 

Em entrevista para a Rádio Nova FM, na última sexta-feira (28), o médico e vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Dr. Gutemberg (PSC), alertou para um cenário de caos na saúde do Maranhão com a variante P1 da Covid-19 já confirmada no Estado. Ele mencionou dados nacionais e ainda dados locais que teve acesso em conversa com o epidemiologista e professor da UFMA, Dr. Antônio Augusto.

“Conversei com Dr. Antônio Augusto, um dos nossos melhores epidemiologista. Ele me passou dados assustadores. Estamos vivemos a 2ª onda da doença no Estado. Tivemos uma ascensão meteórica da ocupação de leitos de UTI´s e enfermaria na capital. A previsão é que essa situação aumente até o final de março. E chegue a ultrapassar a casa de 700 pessoas precisando de leitos. Precisamos tomar providências enérgicas. Esse aumento exponencial da doença vai sobrecarregar ainda mais o Sistema de Saúde”, alertou Dr. Gutemberg.

O médico destacou ainda que os hospitais públicos e privados estão suspendo as cirurgias eletivas para se dedicar ao tratamento de pacientes com a Covid-19. Além disso, Dr. Gutemberg explicou que a variante P1 da Covid-19, que já está circulando entre nós, pode duplicar o número de pessoas internadas, pois tem maior transmissibilidade e atinge principalmente os jovens.

“É uma situação de extrema dificuldade que está piorando. Além da chegada da variante do vírus, o uso de máscaras caiu de 75% para 42% em todo o Estado, segundo constatou o Dr. Antônio. Na última sexta-feira, a Covid levou um jovem de 23 anos e o nosso amigo radialista Juarez Sousa. Eu também perdi meu pai para a doença. Toda a minha solidariedade às famílias. Precisamos fazer uma campanha mais forte de conscientização, mostrando até a realidade dos hospitais lotados”, afirmou Dr. Gutemberg. 

Em seguida, Dr. Gutemberg sugeriu a criação de um ‘Gabinete de Crise’ formado por representantes do Poder Público (Estado e Municípios), Poder Judiciário, Cientistas e demais representantes da sociedade civil para que juntos busquem soluções para enfrentar a 2° onda da Covid-19 no Maranhão. 

“Reconheço os esforços do Prefeito Eduardo Braide, que anunciou mais 30 leitos disponíveis no Hospital Universitário e transformou o Hospital da Mulher em hospital para atendimento de Covid. E o Governador Flávio Dino aumentou o número de leitos no HCI. Mas volto a falar, nós estamos com quase 100% de lotação. E se não houver um mecanismo de bloqueio para frear a transmissão do vírus, a situação vai piorar. Eu defendo criar um Gabinete de Crise para debater, inclusive, medidas que não afetem tanto a nossa economia, como exemplo: a flexibilização no horário de trabalho para evitar superlotação nos ônibus e outras”, frisou Dr. Gutemberg.

Na noite desta sexta-feira, o Governo do Estado confirmou o primeiro caso da variante P1 da Covid-19 no Maranhão. Trata-se de uma mulher, residente do município de Paço do Lumiar. A variante foi identificada originalmente no Estado do Amazonas.

Em outro momento da entrevista, Dr. Gutemberg pontuou que com o aumento de casos da Covid-19, será necessário ampliar o número de profissionais nas Unidades de Saúde. E lembrou que esses trabalhadores estão esgotados fisicamente e mentalmente.

“A realidade é que os profissionais da saúde estão extenuados. Muitos com problemas de saúde, inclusive de saúde mental, precisando de um apoio integral. Vivemos uma guerra! Precisamos continuar com o uso de máscaras, álcool em gel, lavar bem as mãos, evitar aglomeração e estudar adoção de medidas restritivas. Fazer uma campanha de conscientização agressiva para sensibilizar a população. A palavra-chave é solidariedade. Que cada um cumpra o seu dever!", finalizou Dr. Gutemberg.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.