quarta-feira, 5 de maio de 2021

DINO & BRAIDE – Reciprocidade sem reconhecimento não pode gerar reaproximação

 

Vizinhos de parede, Flávio Dino (PCdoB) e Eduardo Braide (Podemos), respectivamente, chefes dos executivos estadual do Maranhão e municipal de São Luís, de acordo com jornalistas que cobrem a política local, ensaiam uma reaproximação em favor da capital maranhense. Há quem diga, inclusive, que esse “enlace institucional” teria como pano de fundo as eleições de 2022, tendo como maior beneficiado, o vice-governador Carlos Brandão, candidato a governador.

O secretário de Estado das Cidades, Márcio Jerry, chegou a afirmar que, caso o prefeito Eduardo Braide busque o diálogo com o seu chefe-amigo Flávio Dino, seguramente haverá reciprocidade. Por outro lado, Braide tem motivos de sobra para agir com frieza sobre essa possível parceria.

Eleito em segundo turno e diplomado prefeito de São Luís no ano passado, Braide tomou posse em 1° de janeiro de 2021 e pelo que se tem conhecimento, até hoje Dino não reconheceu a sua vitória com um simples telefonema. Ou seja, a política de boa vizinhança nunca foi iniciada pelo morador dos Leões, dando boas vindas ao novato vizinho do Palácio La Ravardière.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gilberto agradece pela sua participação no Blog Voz da Raposa.