terça-feira, 16 de maio de 2017

Projeto EXPOSEGMA - Crianças da Raposa visitam Quartel do Comando Geral

Na tarde de quinta-feira, 11, cerca de cento e cinquenta crianças e adolescentes que são assistidos pelo Centro de Referência e Assistência Social – CRAS, do município de Raposa, visitaram as instalações do Quartel do Comando Geral da PM, no Calhau, em São Luís, para conhecer algumas atividades dos policiais militares e fazer uma visita especial ao comandante geral, coronel José Frederico Gomes Pereira.
DSC 1644

Oriunda da parceria com Exposição de Segurança do Maranhão-EXPOSEGMA e a Secretaria de Assistência Social da Raposa, a visita das crianças e dos adolescentes foi realizada com interação e muita alegria por todos que estavam participando.
DSC 1649

Segundo Silvia Sampaio, coordenadora do Centro de Referência Especializada de Assistência Social - CREAS a visita serviu para mostrar as diversas atuações e instalações da PMMA, estreitando os vínculos de convivência e fortalecimento social, conhecendo mais de perto alguns trabalhos realizados por policiais de grupos especializados.
DSC 1639

O comandante geral, coronel Pereira, agradeceu a Josilma, assessora de comunicação da Secretaria de Segurança Pública, a Nádia Maria Batista de Oliveira Secretária de Assistência Social do município e o major Nogueira, subcomandante do BPA, que possibilitaram a realização da visita às crianças e adolescentes.

Governo do Estado fortalece comercialização com feiras da agricultura familiar

“Nosso governador entrou mesmo pra ajudar”, entusiasmada declarou Adriana Moreira do assentamento estadual Grota de Lage do município de Santa Filomena. Adriana é beneficiária do Plano Mais IDH e está muito feliz por comercializar o excedente de sua produção numa estrutura adequada, graças ao projeto Mais Feira. “A primeira vez que eu participei da feira vendi fava, azeite de coco, frangos, doce de leite, ovos, babaçu e levei para casa R$ 423,50. Com esse dinheiro eu sustento meus quatro filhos e estou motivada a produzir porque sei que agora tenho lugar e estrutura para vender”, concluiu Adriana.

Ciente da importância da comercialização para o agricultor familiar, o Governo do Estado, por meio do Sistema SAF (Agerp, Iterma, SAF) já entregou mais de 300 kits feira e, nos últimos cinco meses, só nos municípios atendidos pelo Plano Mais IDH, foram comercializados mais de R$ 50 mil reais beneficiando centenas de famílias em 14 municípios maranhenses. O projeto prevê a entrega nas 19 regionais da Agerp e nos 30 municípios do Mais IDH.

A Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) vem realizando entrega de kit feira (composto por barracas, balanças, jalecos, caixa de isopor, gaiola plástica para aves e treinamento de comercialização e higiene) desde 2016. As Regionais da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) de São Luís (Uema, São José de Ribamar), Codó, Barra do Corda, Viana, Chapadinha, Zé Doca, São João dos Patos e Imperatriz (Porto Franco) receberam 192 kits.

Os municípios atendidos pelo Plano Mais IDH estão recebendo todo apoio para comercialização do excedente da produção. Até o momento já foram beneficiados 14 municípios: Santa Filomena, Governador Newton Belo, Araioses, São João do Sóter, Aldeias Altas, Serrano do Maranhão, Santana do Maranhão, Santo Amaro, Centro Novo, Amapá do Maranhão, São Francisco do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, Primeira Cruz e Arame. Todos os 30 municípios que estão sendo beneficiados pelo Plano Mais IDH receberão kit feira.

Cada Regional da Agerp está sendo destinado 18 kit feira e cada município do Mais IDH 10 kit. Cada barraca consegue atender produção de até três famílias.
“Com assistência técnica permanente e contínua dos técnicos da Agerp, os agricultores antes absolutamente esquecidos começaram a transformar sua vida. Receberam fomento, produziram e agora estão comercializando sua produção, nas feiras promovidas pelo Sistema SAF (AGERP, ITERMA, SAF). Quem planta, colhe e vende gerando renda e dignidade. É essa transformação que estamos realizando na agricultura familiar do Estado do Maranhão, enfatizou Adelmo Soares, secretário da SAF.

Ainda segundo o secretário, o apoio à agricultura familiar não para com entrega de estrutura para comercialização e assistência técnica. O sistema SAF apoia as cooperativas, como por exemplo a Cooperativa Agroecológica pela Vida de São Raimundo das Mangabeiras (Coopevida), onde o Sistema SAF destinou mais de R$ 500 mil na implantação da primeira agroindústria de polpas de frutas do município beneficiando 150 famílias e entregou um caminhão frigorífico para transportar as polpas.

Além do apoio as cooperativas, o Programa de Aquisição de Alimentos PAA tem avançado bastante desde 2015. O programa está sendo operacionalizado em mais de 100 municípios. “Todos esses canais comercialização vem para estimular o agricultor e agricultora familiar a produzir, ter renda e, consequentemente, sua dignidade e qualidade de vida”, concluiu o secretário.

Santa Filomena e Governador Newton Bello

Os dois primeiros municípios do Mais IDH a receber os kits feira, em dezembro de 2016, e comercializar o excedente da produção, foi Santa Filomena e Governador Newton Bello. Depois da entrega o município de Governador Newton Bello já realizou 8 feiras gerando aproximadamente R$ 22mil reis para as 100 famílias atendidas pelo Plano no município. Santa Filomena realizou 5 feiras totalizando cerca de R$ 8.000,00.

“Eu vendia meus produtos em cima de caixas e plásticos. Como os legumes machucavam muito, ficava difícil a comercialização, então tinha muitos prejuízos. Com as barracas os clientes compram mais porque os produtos estão limpos e bem arrumados”, declarou Iraneide de Araújo, de 33 anos moradora de Governador Newton Bello. Ela contou que sustenta seus três filhos e seu marido, que está doente, só com a venda dos frangos e hortaliças.

“Santa Filomena é um município atendido pelo Plano Mais IDH, que já mostra grandes avanços na qualidade de vida das famílias. A equipe técnica que presta assistência e extensão rural são formidáveis, o resultado está visível com essa feira que tem muitos produtos e que está sendo prestigiada pela população. A produção das famílias do Mais IDH tem lugar e estrutura certa para comercialização”, concluiu Sebastião Vagner, gestor regional da Agerp de Presidente Dutra.

Araioses

Em Araioses o sentimento de satisfação estava estampado no rosto de cada um dos feirantes. Como descreveram Tatiana Pereira, do povoado Estremas, e Maria Auxiliadora Nascimento, do povoado Tábuas que dividiram os produtos para a venda na mesma barraca. “Estamos muito felizes de poder vender nossos produtos nessa primeira feira. Essa feira assim cheia de produtos e de consumidores; isso mostra que nós temos sim potencial para vender o que produzimos. Com a assistência dos técnicos do Mais IDH nossa produção é boa com alimentos frescos e saudáveis”, disse Tatiana na primeira feira realizada neste último mês.

A variedade de produtos era grande. Entre milho, hortaliças, melancia, banana, feijão, maxixe, quiabo, frangos e peixes dispostos nas barracas para a venda. Quinze famílias comercializaram na feira de Araioses que gerou mais de R$ 3 mil.

Para o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, a primeira feira de Araioses é uma prova de que o Governo do Estado está no caminho certo. “Essa é a transformação de uma agricultura que não existia. O nosso objetivo é fortalecer quem mais precisa, é fortalecer aquelas pessoas que não tinham oportunidade de avançar. Essa é a primeira de muitas que virão para transformar a realidade do nosso agricultor familiar”, enfatizou.

Regional de Codó

Durante a Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), a Regional da Agerp de Codó recebeu 18 kit feira para atender as famílias de sua Regional. Em Coroatá e Codó, nos meses de janeiro a abril, mais de 40 comunidades tem participado das feiras e mais de 100 famílias arrecadaram aproximadamente 37 mil reais.

“Com nosso trabalho percebemos que estamos fazendo a diferença na vida dos agricultores familiares do Maranhão. É uma política pública que está dando certo. É muito satisfatório ver a felicidade dos agricultores em ter atenção do estado e apoio na comercialização, enfatizou Marilene Bandeira, superintendente de comercialização da SAF.

Regional de Viana

Utilizando o Kit feira da regional de Viana, recebido durante a Agritec, no final do ano passado, a Regional, nos meses de dezembro a maio abril deste ano, foram realizadas feiras da agricultura familiar nos municípios de Vitória do Mearim, Matinha e Cajari, beneficiando 134 famílias que comercializaram mais de 16 mil reais.

Governo orienta procura à DCDP para autorização de montagem dos arraiais

O festejo de São João se aproxima e as comunidades aceleram os preparativos na organização dos arraiais. Este ano, interessados em montar arraiais não oficiais devem procurar a Delegacia de Costumes e Diversões Públicas (DCDP), órgão da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-MA) para apresentarem os documentos necessários para análise dos órgãos autorizadores, que vão definir sobre a viabilidade do pedido de instalação dos arraiais. A documentação pode ser apresentada de 17 a 25 deste mês.
A Delegacia de Costumes receberá toda a documentação e encaminhará à análise dos órgãos competentes – Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh – Blitz Urbana), Corpo de Bombeiros e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). “Se não houver qualquer impedimento legal, vamos deferir o pedido sobre a autorização”, explica a titular da DCDP, Uthania Lima. A delegada informa que os moradores serão orientados a se pronunciarem sobre os arraiais promovidos nas proximidades de suas residências, podendo também denunciar qualquer tipo de abuso no local.
Os procedimentos deste ano foram antecipados para que os responsáveis tenham tempo hábil de requerer as autorizações, receber as equipes de fiscalização e, se liberados, promoverem a montagem de seus arraiais, explica a delegada Uthania Lima. “Para que não venham surgir problemas que obriguem organizadores a desmontarem os espaços ou dúvidas de populares quanto à autorização destes arraiais. E os órgãos competentes também terão mais tempo para avaliar as solicitações”, destacou a delegada.
Órgãos responsáveis farão a avaliação dos documentos para liberação da montagem dos arraiais. Foto: Karlos Geromy/Secap
Para realizar o Cadastro para Análise e Viabilidade de Instalação do Arraial, o responsável deve se dirigir a DCDP e informar o nome do arraial, endereço, nome e telefone do responsável, tempo de existência e programação do arraial, fotografia do local, autorizações de funcionamento do ano passado e abaixo assinado da comunidade comprovando aceitar a montagem do arraial.
A partir destas informações é avaliada a viabilidade da instalação, conjuntamente pela Prefeitura, por meio da SMTT e Semurh, que disciplina o uso das áreas públicas; Corpo de Bombeiros, na promoção de  vistorias nos locais e itens de segurança; Delegacia do Meio Ambiente e Sema, para averiguar possíveis danos ambientais e de poluição sonora.
A cada ano, aumenta consideravelmente o número de solicitações para liberação de arraiais. Em alguns casos, são espaços que não teriam as condições adequadas para funcionamento, explica a Delegada Uthania Lima. Arraiais em áreas residenciais ou que foram estruturados sem consultar às comunidades; espaços sem os itens de segurança exigidos (extintores de incêndio, saídas de emergência, instalações elétricas, entre outros), falta de documentação dos órgãos competentes, falta de vistoria e etc.
“Para funcionar, os arraiais devem passam por vistoria e fiscalizações. Sempre há um trabalho antecipado de orientação aos responsáveis e donos de barracas, a fim de garantir a segurança, tanto de quem trabalha, quanto do público que vai prestigias as brincadeiras”, pontuou a delegada. O descumprimento das medidas exigidas pode acarretar em notificação, multa, fechamento das barracas e apreensão de veículos, materiais e equipamentos. A Delegacia de Costumes e Diversões Públicas fica na Rua Ribamar Pinheiro, 130, Madre Deus – antigo prédio da Delegacia do Adolescente Infrator.
Vistorias
As fiscalizações são realizadas no início e durante os festejos juninos. Aos donos de arraiais é cobrada a apresentação do projeto, descrevendo a estrutura e os itens que constarão no espaço, que deve estar de acordo com o que foi planejado, sob a pena de multa; autorização para o funcionamento dos arraiais, que atesta a adequação para a atividade; itens de segurança, que deve estar em conformidade com as normas, entre outros.
Ações de disciplinamento são promovidas com os responsáveis sobre a disposição de barracas, instalações elétricas, estruturas dos arraiais, manuseio de materiais, equipamentos, fogos de artifício e condições dos produtos a serem comercializados. O Corpo de Bombeiros orienta quanto a localização dos arraiais e a existência de itens de segurança. O comércio dos fogos de artifício nestes espaços também é disciplinado pelos órgãos competentes.
BOX//Documentos para cadastro:
1.NOME DO ARRAIAL;
2.LOCALIZAÇÃO DO ARRAIAL;
3.NOME E TELEFONE DO RESPONSÁVEL;
4.ABAIXO-ASSINADO DOS MORADORES DO LOCAL;
5.TEMPO DE EXISTÊNCIA DESSE ARRAIAL.
6.FOTOGRAFIAS DO LOCAL.
7.AUTORIZAÇÕES CONCEDIDAS NO ANO DE 2016 (CASO O ARRAIAL TENHA FUNCINADO O ANO PASSADO)

Após homenagens, Edmilson Jansen é enterrado sob forte comoção.

Após um velório cheio de homenagens e muitas lágrimas, o vereador Edmilson Jansen (PTC), 66 anos, que morreu, na noite de sábado (13/05), por complicações em uma cirurgia de hérnia umbilical, foi enterrado, às 17h15 deste domingo (14/05), em São Luís. O cortejo fúnebre do parlamentar, percorreu cerca de 3 km entre o local onde ocorreu a cerimônia e o Cemitério do Gavião, no Belira, região central da cidade.
Muito emocionados, os familiares de Jansen não seguraram as lágrimas quando o caixão desceu ao túmulo, sob forte comoção. Todos os presentes cravaram o adeus ao vereador com uma calorosa salva de palmas.   O corpo de Edmilson Jansen deixou o Palácio Pedro Neiva de Santana, prédio sede da Câmara Municipal de São Luís (CMSL), por volta das 16h.
Os vereadores Osmar Filho (PDT), vice-presidente da Casa; Estevão Aragão (PSB), Aldir Júnior (PR) e Sá Marques (PHS) e os ex-vereadores Rose Sales (PMB) e Armando Costa (PSDC) estiveram no enterro junto com a família. Um dos mais abalados era o vereador Sá Marques, que chorou muito na hora que o corpo deixou o plenário Simão Estácio da Silveira. “Está saindo um pedaço do Parlamento, um pedaço de São Luís”, comentou o parlamentar.
ÚLTIMO ADEUS REÚNE LIDERANÇAS
Várias autoridades estiveram presentes, no plenário da Câmara de São Luís ao longo do dia, para dar o último adeus ao vereador Edmilson Jansen (PTC). Políticos, empresários, lideranças comunitárias e familiares lotaram o Plenário Simão Estácio da Silveira para a cerimônia fúnebre.
Dentre as autoridades presentes, estava o prefeito de São Luís, Edivaldo de Holanda Júnior, que lamentou a perda do parlamentar e declarou que recebeu, a notícia do falecimento com muita tristeza. O chefe do executivo ludovicense disse ainda que, independente da política, os dois eram amigos de muitos anos e fundaram juntos o Partido Trabalhista Cristão no estado.
“Com tristeza que recebi, a pouco, a notícia do falecimento do vereador Edmilson Jansen. Eram grandes amigos e fundamos juntos o PTC no Maranhão. Neste momento de profunda dor, me solidarizo com os familiares, amigos e admiradores do seu trabalho. Peço a Deus em oração que conforte o coração de todos. Decreto luto oficial de três dias”, disse Edivaldo.
À tarde, foi a vez do deputado estadual Eduardo Braide (PMN), se despedir do vereador. Em entrevista à imprensa, na cerimônia fúnebre, o deputado afirmou que São Luís perdeu um grande parlamentar.
“São Luís hoje perde um grande parlamentar. Edmilson Jansen, grande liderança da área Itaqui-Bacanga deixa, sem sombras de dúvidas, o seu legado”, declarou Braide.
O deputado federal Pedro Fernandes destacou ter sido amigo de infância e de adolescência de Edmilson Jansen, assinalando que ele sempre foi um homem de posicionamento, que estabeleceu uma forma de fazer política pela sinceridade e pela coragem.
Texto: Isaías Rocha e Davi Max

Procon/MA multa cinema de São Luís em R$ 223.400 por falhas no sistema de ar-condicionado

O Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor (Procon/MA) multou, nesta segunda-feira (15), o Cinépolis São Luís Shopping em R$ 223.400,00 por falhas no sistema de ar-condicionado. A multa foi expedida após a fiscalização, ocorrida no início deste mês, constatar a irregularidade.

Entre abril e maio, inúmeras denúncias dos consumidores indicaram que a rede de cinemas estaria com o sistema de ar-condicionado paralisado há vários dias, prejudicando a qualidade do serviço prestado. Sem suspender os serviços, a empresa aplicou o desconto de 50% sobre todos os ingressos a título de compensação.Após confirmar as denúncias, o Procon/MA determinou que o Cinepólis solucionasse o problema e ainda praticasse a venda de meia-entrada sobre o valor efetivamente cobrado, independente do desconto concedido, com base na Lei Municipal n° 4.729/2006 e Lei Estadual n° 9.683/12. Contudo, por meio de fiscalização in loco, ficou constatado que o cinema descumpriu a determinação e violou os adesivos informativos ao consumidor.

Segundo o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, as sanções são aplicadas sempre que se esgotam as possibilidades de diálogo e aviso. “Após o descumprimento da determinação e amplo contraditório, aplicamos multa no valor de R$ 223.400,00 mil para assegurar respeito ao direito do consumidor e prevenir futuras infrações. Não vamos permitir que os consumidores sejam prejudicados por falhas na prestação do serviço”, afirmou o presidente.

Cabe ressaltar que a multa foi aplicada por desobediência, nos termos do artigo 330 do Código Penal. Além disso, ficou também comprovado o descumprimento da Portaria n° 34/2015 do Procon/MA, que assegura o direito ao benefício da meia-entrada a estudantes, professores, doadores de sangue, pessoas com deficiência, idosos e jovens cadastrados no CadÚnico do Governo Federal; bem como a infração ao artigo 7º, parágrafo 2º, artigo 9°, parágrafo 4° da Lei Municipal n° 4.729/2006 e artigo 1°, parágrafo 2° da Lei Estadual n° 9.683/12, que explicita que o benefício da meia-entrada se estende também às promoções e eventuais descontos.

Também vale lembrar que o artigo 14 do mesmo Código afirma ser o fornecedor responsável pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, independentemente da existência de culpa, e o artigo 39, inciso XII, veda ao fornecedor deixar de estipular prazo para o cumprimento de sua obrigação.

O Cinépolis Shopping da Ilha tem 10 dias para efetuar o pagamento da multa, no valor total de R$ 223.400,00. Em caso de descumprimento, a empresa será inscrita na dívida ativa do Estado do Maranhão para subsequente cobrança executiva.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Associação de Amigos promove ação social em Panaquatira


Moradores do bairro Panaquatira, no município de São José de Ribamar , recebem neste sábado (13) uma ação social com oferta de diversos serviços gratuitos. 

A iniciativa ocorre até às 17h na escola municipal de Panaquatira, e é promovida pela Associação dos Amigos de Panaquatira (AAMIPA), Loja Maçônica Grande Oriente e Prefeitura de São José de Ribamar.

Segundo a coordenação, a ação pretendia atender mais de 60 famílias com, serviços odontológicos, corte de cabelo, oficinas de artesanato, palestras da Ronda Escolar, Presente a Guarda Municipal de São José de Ribamar e atividades recreativas para crianças e idosos.

Segundo informações do representante da Maçonaria, Sergio Murilo, a expectativa é que nesta ação social, os moradores carentes tenha o acesso a vários serviços de maneira bem dignar e respeitosa.

A recreação para crianças e idosos também foi uma das atividades realizadas dentro da ação. A aposentada Margarida Eugenia, de 70 anos, disse que se sentiu feliz em poder estar com os amigos e participar das atividades.

Segundo a coordenadora, o evento foi realizado para atender uma solicitação da comunidade.

Veja Fotos:



















sábado, 13 de maio de 2017

Um em cada dez estudantes no Brasil é vítima frequente de bullying

No Brasil, aproximadamente um em cada dez estudantes é vítima frequente de bullying nas escolas. São adolescentes que sofrem agressões físicas ou psicológicas, que são alvo de piadas e boatos maldosos, excluídos propositalmente pelos colegas, que não são chamados para festas ou reuniões. O dado faz parte do terceiro volume do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2015, dedicado ao bem-estar dos estudantes.
 
O relatório é baseado na resposta de adolescentes de 15 anos que participaram da avaliação. No Brasil, 17,5% disseram sofrer alguma das formas de bullying "algumas vezes por mês"; 7,8% disseram ser excluídos pelos colegas; 9,3%, ser alvo de piadas; 4,1%, serem ameaçados; 3,2%, empurrados e agredidos fisicamente. 
 
Outros 5,3% disseram que os colegas frequentemente pegam e destroem as coisas deles e 7,9% são alvo de rumores maldosos. Com base nos relatos dos estudantes, 9% foram classificados no estudo como vítimas frequentes de bullying, ou seja, estão no topo do indicador de agressões e mais expostos a essa situação.
 
A publicação faz parte das divulgações do último Pisa, de 2015, avaliação aplicada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Participaram dessa edição 540 mil estudantes de 15 anos que, por amostragem, representam 29 milhões de alunos de 72 países. São 35 países-membros da OCDE e 37 economias parceiras, entre elas o Brasil.
 
Em comparação com os demais países avaliados, o Brasil aparece com um dos menores "índices de exposição ao bullying". Em um ranking de 53 países com os dados disponíveis, o Brasil está em 43º. Em média, nos países da OCDE, 18,7% dos estudantes relataram ser vítimas de algum tipo de bullying mais de uma vez por mês e 8,9% foram classificados como vítimas frequentes.
 
"O bullying tem sérias consequências tanto para o agressor quanto para a vítima. Tanto aqueles que praticam o bullying quanto as vítimas são mais propensos a faltar às aulas, abandonar os estudos e ter piores desempenhos acadêmicos que aqueles que não têm relações conflituosas com os colegas", diz o estudo, que acrescenta que nesses adolescentes estão também mais presentes sintomas de depressão, ansiedade, baixa autoestima e perda de interesse por qualquer atividade.
 
Satisfação e pertencimento
 
O levantamento mostra que os estudantes brasileiros estão acima da média no quesito satisfação com a vida: 44,6% dizem que estão muito satisfeitos, enquanto a média dos países da OCDE é 34,1%. Na outra ponta, tanto no Brasil quanto na média dos países da OCDE, 11,8% dizem que não estão satisfeitos com a vida.
 
No Brasil, 76,1% sentem que pertencem à escola. Entre os países da OCDE, 73% dos adolescentes dizem ter esse sentimento de pertencimento.
 
Quase todos os estudantes brasileiros (96,7%) querem ser escolhidos para as melhores oportunidades disponíveis quando graduarem e 63,9% querem estar entre os melhores estudantes da classe. Entre os países da OCDE, esses percentuais são, respectivamente, 92,7% e 59,2%.
 
O Brasil, no entanto, aparece quase no topo entre os países com estudantes mais ansiosos - 80,8% ficam muito ansiosos mesmo quando estão bem preparados para provas. A média da OCDE é 55,5%. O país é superado apenas pela Costa Rica, onde 81,2% dos estudantes relataram ansiedade nesses casos. Mais da metade dos brasileiros, 56%, disseram que ficam tensos ao estudar. A média da OCDE é 36,6%.
 
"Esses resultados sugerem a necessidade de relações mais fortes entre escolas e pais para que os adolescentes tenham o apoio de que necessitam, acadêmica e psicologicamente. Essa aproximação poderia contribuir muito para o bem-estar de todos os alunos", diz o relatório.
 
Pais e professores
 
O levantamento mostrou que pais e professores têm papel importante no bem-estar dos estudantes. Estudantes que têm pais interessados nas atividades escolares são 2,5 vezes mais propensos a estar entre as notas mais altas da escola e 1,9 vezes a estar muito satisfeitos com a vida. Com o apoio dos pais e responsáveis, os estudantes também têm duas vezes menos chance de se sentir sozinhos na escola e são 3,4 vezes menos propensos a estar insatisfeitos com a vida.  
 
A participação dos professores também é importante. Estudantes que recebem apoio e suporte dos professores em sala de aula são 1,9 vezes mais propensos a sentir que pertencem à escola do que aqueles que não têm esse apoio. Aqueles que percebem que os professores são injustos com eles têm 1,8 vezes mais chance de se sentir excluídos na escola.  
 
De acordo com o relatório, grande parte dos estudantes tem a sensação de que é injustiçada pelos professores. Em média, nos países da OCDE, 35% dos alunos relataram que sentem, pelo menos algumas vezes por mês, que seus professores pedem menos deles que dos outros estudantes; 21% acham que seus professores os julgam menos inteligentes do que são; 10% relataram que os professores os ridicularizam na frente dos outros; e 9%, que seus professores chegaram a insultá-los na frente dos demais.
 
Bem-estar dos estudantes
 
Esta é a primeira vez que o Pisa divulga dados da performance dos estudantes que dizem respeito à relação deles com os professores, à vida em casa e a como gastam o tempo fora da escola. O relatório que trata do bem-estar dos estudantes faz parte dos resultados do Pisa 2015.  Ao todo, participaram 540 mil estudantes de 15 anos que, por amostragem, representam 29 milhões de alunos de 72 países. São 35 países-membros e 37 economias parceiras, entre elas o Brasil.
 
Aplicado pela OCDE, o Pisa testa os conhecimentos de matemática, leitura e ciências de estudantes de 15 anos de idade. Em 2015, o foco foi em ciências, que concentrou o maior número de questões da avaliação.
 
Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Laranjal - Aniversário de Celso da SMTT

Em uma tarde muito descontraída, Celso como é chamado carinhosamente pelos amigos fez aniversário nesse final de semana e celebrou a data com a família e amigos.

Reuniu amigos, parceiros e a família, na sua residência no loteamento Altos do laranjal na estrada de Ribamar.

Foi tudo muito especial e em alto astral, com direito a bolo para o parabéns, Feijoada e um delicioso peixe assado e muito chopp.


Confira nas fotos o clima da festa:



Celso, Tatiana, Bruna, Marcelo, Betânia, Wilberth, Wanderson, Caçula, Paulinho, Marcia, Abdula, Sandra, Eloilson Pedra,, Seu Zé, Carlos, Irianes.


Programa Especial Conexão com o Ouvinte.

Programa conexão com o ouvinte especial do dia das mães sábado na radio União FM 106,3 MHz com sorteio de muitos brindes camisetas e a presença do cantor Cleber lima

Raposa: De tornozeleira, marido agride mulher na frente da delegacia e acaba preso

Mais um caso inusitado direto do município de Raposa. Na última segunda-feira (10) foi preso o individuo identificado como Domingos de Oliveira Pereira, de 40 anos, na Praça Chico Noca que, curiosamente, fica em frente a Delegacia no Centro da cidade.

Domingos foi denunciado por populares no momento que agredia a esposa Maria José Pereira Dutra, de 38 anos. Ele foi preso em flagrante delito pelo Delegado Marconi Caldas, sendo autuado pelo crime de violência doméstica.

A surpresa veio quando o indivíduo chegou na delegacia, o agressor estava usando uma tornozeleira de monitoração eletrônica imposta pela Justiça. E adivinha? pelo mesmo crime de agressão contra a mulher!
Domingos foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas onde ficará a disposição da Justiça.

Fonte: domingos Costa 

sábado, 6 de maio de 2017

EXPOSEGMA - A cidade de Raposa sediou a primeira Exposição das Forças Policiais do Estado do Maranhão do ano de 2017

A cidade de Raposa sediou a primeira Exposição das Forças Policiais do Estado do Maranhão do ano de 2017. O evento aconteceu na escola Santo Santo Antônio, contou com o apoio da Prefeitura e atraiu centenas de pessoas da região. Estiveram presentes varias autoridades como, o Capitão Raimundo Lopes, padre da cidade, Delegado Dicival Gonçalves, Coordenador do Pacto Pela Paz, O Perito Miguel Alves, Superintendente da SPTC, o Comandante do 13º BPM, Coronel Alexandre, o Comandante Geral da PM, Frederico Pereira entre outras autoridades.

A exposegma tem como objetivo aproximar as comunidades dos órgãos que compõem a Segurança Pública, realizar campanhas preventivas, educativas e palestras no combate às drogas e à violência, nas escolas e nos bairros, criando laços de confiança mútua entre o poder estatal e o cidadão.

Durante a solenidade de abertura da Exposição de Segurança Pública do Maranhão (Exposegma) realizada nesta sexta-feira (05) no município de Raposa, o Secretário de Segurança Pública do Estado, Jefferson Portela, apresentou doze novos policiais para atuarem no combate a criminalidade na cidade.

“Podem começar a fugir, podem tentar se esconder, mas nós vamos prender todos os criminosos que aterrorizam a sociedade de Raposa”, assegurou Portela durante o evento que visa divulgar as ações e proporcionar a aproximação entre as Forças de Segurança do Estado e a população.

O projeto ExposegMA teve início a partir das 8h e seguiu até o fim da tarde as 17h, na Escola Santo Antônio. Contou com a realização de trabalhos do Instituto de Identificação do Maranhão(IDEM),Corpo de Bombeiro, Polícia Militar, Batalhão de Choque, Batalhão Ambiental, ICRIM, Cavalaria, Ronda Escolar, Icrim, Procon, Instituto Medico Legal(IML), Marinha, Exército, Aeronáutica, Disque Denúncia, ILAF, Grupo Tático Aéreo, Grupo de Escolta GEOP, IGF, além de apresentações na área cultural e desfile do Batalhão Infantil.

Ainda durante o evento, aconteceu a descida do helicóptero do GTA, aferição de pressão, atualização da carteira de vacina, vacinação contra a influenza, medição de glicemia, distribuição de preservativos, expedição de Carteira de Identidade, primeira e segunda via grátis e muito mais.

Para a prefeita Talita, a Exposegma de fato contribui com sua finalidade maior na comunidade. “Percebemos como é importante essa aproximação da comunidade com as forças de segurança, provamos mais uma vez que realmente ajuda a população resolver suas demandas, no quesito segurança pública”, afirmou a prefeita.

Não poderíamos deixar de destacar  o excelente trabalho da SPTC, na Exposegma em Raposa. 
Foi apresentado material relativo a local de crime, drogas, cadáveres, genética forense e impressão digital. Além disso foi feita a simulação de um local de crime com todo o aparato para o isolamento de local, demonstrando para a comunidade a importância da preservação da cena de crime visando o seu esclarecimento e a identificação do autor do fato para o devido julgamento e aplicação da Justiça. Foram emitidas ainda mais de 200 carteiras de identidade.

Estiveram presentes o Instituto Laboratorial de Análises Forenses - ILAF; Instituto Médico Legal - IML; Instituto de Genética Forense - IGF; Instituto de Criminalística - ICRIM e Instituto de Identificação.

O trabalho de emissão de carteiras de identidade terá continuidade hoje no bairro Pirâmide para atender o restante da população

quinta-feira, 4 de maio de 2017

JEFFERSON PORTELA FARÁ ABERTURA DA EXPOSEGMA EM RAPOSA

O Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela fará a abertura oficial do projeto ExposegMA, na manhã da próxima sexta-feira (05), que terá início a partir das 08:00 da manhã e segue até o fim da tarde as 17:00 horas.
O evento acontece na Escola Santo Antônio, com a seguinte programação:
  • Realização de trabalhos do Corpo de Bombeiro, Polícia Militar, Batalhão de Choque, Batalhão Ambiental, Cavalaria, Ronda Escolar, Icrim, Procon, Marinha, Exército, Aeronáutica, Disque Denúncia, Grupo Tático Aéreo, Grupo de Escolta GEOP, além de apresentações na área cultural e desfile do Batalhão Infantil.
  • Teremos ainda a descida do helicóptero do GTA, aferição de pressão, atualização da carteira de vacina, vacinação contra a influenza, medição de glicemia, distribuição de preservativos, expedição de Carteira de Identidade, primeira e segunda via grátis e muito mais.
O Projeto Exposegma visa divulgar as ações das Forças de Segurança no Estado, e aproximar a comunidade com as forças de segurança, ajudando assim as comunidades em poder resolver suas demandas, no quesito segurança pública. Conta ainda com o apoio das igrejas e o Sistema de Segurança Pública.
O evento contará com a presença de autoridades Estadual e Municipal.

sábado, 29 de abril de 2017

PROJETO EXPOSEGMA 2017, EM PARCERIA COM PREFEITURA DE RAPOSA

Na última quarta-feira(26), aconteceu, na cidade de Raposa, a primeira Audiência Pública para reconhecimento dos trabalhos da Exposegma e para debater sobre o programa Pacto pela Paz no município. 

A solenidade foi realizada na Câmara de Vereadores da cidade de Raposa e reuniu representantes do estado e do município em apoio ao projeto.O objetivo da reunião foi informar a população sobre os programas e abrir um debate sobre o projeto Pacto pela Paz junto à sociedade.

ASCOM RAPOSA